terça-feira, 12 de junho de 2018





Se você está lendo o blog da Rota do Quilt, certamente já passou por sua cabeça "como viver de artesanato?”

Temos boas notícias para você! A equipe da Rota do Quilt preparou 5 DICAS PARA VIVER DE ARTESANATO e ter sucesso em seu negócio.

 VIVER DE ARTESANATO

Para obter sucesso vivendo do artesanato que você faz a primeira mudança está em nós mesmos.

É preciso mudar a forma em que vemos o artesanato. Sabemos que o mercado está cheio de gente que domina muito bem excelentes técnicas artesanais, mas percebemos um déficit na motivação quando o assunto é transformar seu artesanato em negócio. Precisamos, algumas vezes, abrir a cabeça e entender que um trabalho sem CLT também é digno e, assim sendo, daremos mais valor ao que tanto gostamos de fazer.

APRENDER A EMPREENDER



A palavra do momento é “EUPREENDEDORISMO” , isso quer dizer que as pessoas estão cada vez mais exigentes por fazer do trabalho uma atividade rentável, mas também prazerosa.

A boa notícia para quem quem quer começar um negócio de artesanato é que as pessoas estão ficando “enjoadas” dos industrializados. Logo, os produtos personalizados, feito à mão, artesanal ganham destaque na demanda comercial.

Confira agora as #DicasDaRota para que você consiga sucesso na venda de seus artesanatos:

1-  DEFINA O NICHO DE MERCADO

A internet se transformou numa ferramenta importante para vendas de produtos artesanais. Com uma demanda mais personalizada fica mais fácil e prazeroso alcançar todas as pessoas interessadas no seu estilo de trabalho e ter um negócio rentável.  Um bom exemplo que podemos citar são as vendas on-line especializadas em cadernos artesanais, bonecas de tecido e enxoval para bebê.

Mas não se assuste! Ter uma loja virtual para vender seus produtos artesanais não é um bicho de 7 cabeças. Basta uma rápida pesquisa no Google e alí aparecerão muitas plataformas onde em pouco tempo você pode montar sua loja e vender seus produtos.

 


2 – CAPACITE-SE NA GESTÃO DE NEGÓCIOS


Depois de ter desenvolvido usa loja, estude como está o mercado. Dê uma boa olhada em marcas parceiras e concorrentes, defina seu preço. Pesquise custos fixos, custos variáveis e assim você terá uma visão de lucros.

Uma dica legal para se organizar melhor é o uso de ferramentas como Excel, Facebook Ads, Google Adwords.

O SEBRAE também oferece cursos rápidos e eficientes para a capacitação em empreendedorismo. Vale dar uma conferida por lá!

3 – CONFIE NA INTERNET



Se você é um “eupreendedor”, você dará conta de se virar muito bem assumindo a publicidade e o marketing de seu negócio.
Hoje, à baixos custos, você mesmo faz anúncios customizados para o público que você escolher. À partir de R$20,00 no Facebook, por exemplo, você já faz uma propaganda e tanto.

Mas atenção! Nem só de anúncios vive uma marca. Capriche na Fanpage (facebook) publicando conteúdos interessantes. Atraia a atenção de seu público.

4- FALE DO VALOR DE SEU TRABALHO PARA SEUS CLIENTES



Todo artesão dispõe de características que geralmente são pouco valorizadas: HABILIDADE E TEMPO.
É muito importante se posicionar como profissional, definir horário de trabalho, ter responsabilidade com seus clientes, respeitar os prazos estabelecidos...
Mas é muito importante que seus clientes também saibam de suas capacitações e do tempo que investe para oferecer cada produto. Valorize seu trabalho para que outras pessoas valorizem também!

5 – MANTENHA-SE INSPIRADA



Torne-se referencia no mercado. Ofereça cursos, encontros, venda apostilas com métodos criados por você, faça um canal no youtube! Você não precisa para sua produção. Faça tudo isso de maneira paralela.

Saiba que tudo é inspiração!
Para aprimorar a criatividade visite feiras, vá ao cinema, leia revistas e livros, aprecie as paisagens... O grande segredo é traduzir as informações do mundo e introduzi-las em seu trabalho deixando sua marca registrada em cada detalhe. O seu olhar é único!

Enxergue-se como empreendedor e mãos à obra!

sexta-feira, 11 de maio de 2018







O site Mercado Livre é um dos principais canais para venda de artesanato na internet.
Apesar de ser conhecido, ainda pairam algumas dúvidas sobre como vender artesanato no Mercado Livre.
Nós da Rota do Quilt vamos te dar todas as dicas para vender seu artesanato na internet.
POR DENTRO DO MERCADO LIVRE

O site Mercado Livre foi criado na Argentina em 1999, e hoje é um dos principais sites de venda, possuindo mais de 95 milhões de usuários cadastrados e quase 20 anos de experiência.

Os sites de venda são conhecidos no mundo digital como marketplace, ambiente de varejo online onde os lojistas podem oferecer seus produtos em um único local. Neste contexto, o Mercado Livre é considerado o 10o site de comércio eletrônico no ranking de acessos, trazendo mais de mil buscas por segundo e 2,5 vendas realizadas neste mesmo período.


NÃO DÁ PARA FICAR DE FORA, NÉ? APRENDA A COMO VENDER SEU ARTESANATO NO MERCADO LIVRE COM AS #DICASDAROTA


FAZENDO CADASTRO NO MERCADO LIVRE


É importante que vocês saibam logo de cara: o cadastro no site Mercado Livre é gratuito, ele trabalha com comissão de vendas.
Para fazer seu cadastro basta acessar www.mercadolivre.com.br e clicar na opção “cadastre-se”. Depois é só preencher seus dados pessoais.

Atenção: um cadastro no Mercado Livre serve tanto para ser vendedor como comprador.

Após ter feito o cadastro, basta clicar em “quero vender”. Nesse ponto você ja pode começar a publicar seus produtos.







CADASTRANDO E DIVULGANDO SEU ARTESANATO NO MERCADO LIVRE


Depois de clicar em “quero vender” é hora de preencher os dados que aparecem na tela, de acordo com o tipo de produto. Escolha o que você quer anunciar. Escolha também um nome atraente para seu produto e depois o enquadre na categoria que achar mais coerente. Descreva em detalhes e coloque fotos chamativas de seu produto. Preencha o preço e a quantidade. Confirme o anuncio. Pronto! Você já está vendendo. 👍

Atenção: O Mercado Livre não cobra o cadastro, mas funciona a partir de valores de comissão de vendas. Esses valores variam de acordo com o tipo de anúncio que você deseja vincular. Os anúncios no Mercado Livre são:
Grátis – Se o produto for novo o anúncio grátis fica ativo por 60 dias. Se o produto for usado é ilimitado. Este anúncio está disponível para quem vende menos de 6 produtos mensais. É um plano ideal para aqueles que possuem poucos produtos e que ainda não realizam vendas com frequência. A principal vantagem deste anúncio é que não há cobrança de comissão de vendas.

ClássicoNesta modalidade seus anúncios possuem data ilimitada. Eles só sairão do ar em caso de esgotamento de estoque. Aqui a cobrança é de 10% por cada venda realizada.

Premium - Também permite anúncios com data ilimitada. Os anúncios só sairão do ar caso o estoque fique zerado. A comissão nesta modalidade é de 16% de cada venda. Neste tipo de anúncio você pode oferecer parcelamento sem juros para produtos mais caros.

É importante saber que você pode mudar de plano quantas vezes quiser.


  FORMAS DE PAGAMENTO

Ao se cadastrar no Mercado Livre você automaticamente se cadastra no Mercado Pago, serviço de pagamentos online do Mercado Livre. Isso significa que todos os pedidos feitos no Mercado Livre são processados pelo Mercado Pago.
Neste sistema você pode aceitar pagamentos via cartão de crédito, oferecendo até 12x sem juros em diversas bandeiras e à vista com boleto bancário.
É através do Mercado Pago que você receberá os pagamentos, podendo enviar os valores para sua conta bancária.

Atenção: O Mercado Pago oferece total segurança para quem vende e para quem compra. Os pagamentos são monitorados 24h por dia. O Mercado Pago se responsabiliza pela mediação cliente e vendedor, resolvendo qualquer problema.

SOBRE O ENVIO DE MERCADORIAS

Nada melhor do que o velho e bom correio. Ao cadastrar seu produto, na aba “Custo de envio ou entrega” você preenche os dados necessários podendo escolher, inclusive, a opção “frete grátis”. Todos os anúncios possuem uma calculadora de fretes e prazo de entrega e, após a compra ser processada no Mercado Pago, você pode imprimir a etiqueta de envio e postar sua encomenda.

Sim! As postagens são protegidas! O Mercado Livre utiliza uma ferramenta chamada “Mercado Envios” que protege as compras realizadas e confirma se o produto enviado foi recebido pelo comprador.

Atenção: Você também pode escolher a opção “retirar em mãos”, ideal para quem possui loja física ou escolher a opção “Transportadora”, para quem trabalha com sua própria forma de entrega.

TUDO PRONTO?
Agora que você está fera em vender seus produtos pelo Mercado Livre, deixe aqui um comentário falando sobre sua experiência e fique de olho nos próximos artigos!

Aquele Abraço!
Turma da Rota


segunda-feira, 8 de janeiro de 2018



No Grupo de Convivência da Rota do Quilt a atividade é um meio através do qual ser vivencia o significado existencial através da expressão de valores, da auto-responsabilidade, da (re)descoberta de competências e habilidades, do compromisso e de sistematicidade.
Tudo isso desenvolvido no espaço aconchegante de nosso Atelier e conduzido pelo trabalho carinhoso da Terapeuta Ocupacional Mary Beatriz Baeta.

Os grupos são compostos de no máximo oito pessoas (acima de 60 anos), com encontros semanais. Sempre às Quartas das 14h às 15h30.

Nesse período serão desenvolvidas atividades artesanais, de estimulação da memória e de lazer.

Venha conhecer! Aguardamos seu contato!







segunda-feira, 13 de novembro de 2017





A Rota do Quilt disponibiliza para seus clientes o melhor em linhas para bordados. Dentro da nossa lista de favoritas estão as francesinhas DMC.

Em nossa lojinha você encontra:

MEADAS DMC mouliné à R$2,90 e R$4,70
NOVELOS DMC perlé 8 à R$8,60


As linhas DMC carregam tradição e qualidade desde quando foram criadas em 1800 por Dullfus-Mieg. Mas foi em 1899 que a famosa meada Mouliné passou a se tornar conhecida, onde sua produção revolucionário partia de unidades dividas em 6 linhas de oito metros.

Foi a companhia DMC que deu uma dimensão artísticas para as linhas ao coletar por toda a Europa do século XX amostras de aplicações em bordados, tecidos e amostras para enriquecer sua biblioteca de referencias que serviria no futuro como inspiração para uma série de modelos.

Outro fato curioso é que esta mesma iniciativa levou Jean Dollfus Therese de Dilmont a desenvolver a Enciclopédia da Mulher, incentivando-as a praticar bordado e costura.
Foi assim que as linhas DMC conquistou o mercado.

As linhas DMC são tão queridinhas dos artistas que eles acabam levando a DMC a um mundo maravilhoso, onde suas linhas foram as primeiras a serem aplicadas em criações artesanais, por serem até hoje, um produto de excelência na sua diversidade de cores e que respondem bem as expectativas dos criativos de plantão.

As linhas DMC são diferenciais em suas paleta de cores, brilho e qualidade.

Venha conhecer nossa lojinha e se encantar com nosso espaço que está pronto para te acolher!

terça-feira, 7 de novembro de 2017




Existem varias alternativas para transferir o seu risco preferido para o tecido. Anotem mais essas #DicasDaRota:

Carbono para bordado: É o método mais usado pelos amadores. Tem a desvantagem
de ser difícil de pagar. Opte por cores mais claras de carbono para não deixar marca muito forte no
tecido.

Para o seu risco durar mais você pode encapá-lo com papel contact ou similar.
Algumas pessoas optam pelo carbono usado em formulários das impressoras
matriciais.

Canetas que apagam com calor : Ou em inglês: erasable iron pen. Perfeitas e já disponíveis no Brasil. Nada que um ferro de passar não resolva. O calor do ferro vai tirar totalmente o traço e seu bordado ficará deslumbrante! Parece mágica.

Caixas de luz : Você coloca o risco sobre o vidro e sobrepõe o tecido. Com a luz acesa
você riscará o tecido com grande facilidade.

Lápis transfer, quando o risco é transferido com o ferro de passar
Impressão gráfica especializada
Impressoras a jato de tinta, usando os papéis transfer, disponíveis no Brasil em lojas
de informática.

Se você ainda não teve aquela ideia genial para seu traço, a Rota do Quilt dispõe de tecidos já riscados para facilitar o seu trabalho. Venha conhecer nossa lojinha!

terça-feira, 24 de outubro de 2017


O primeiro ponto para definir  a escolha certa é saber direitinho a finalidade do bordado. Afinal queremos sempre um trabalho primoroso e de qualidade duradoura, não é mesmo?
Tendo em mente a finalidade do bordadinho, precisamos entender que a escolha linha, desenho, ponto e principalmente a ESCOLHA DO TECIDO farão a maior diferença no resultado final. (Sem falar, claro, na combinação das cores! Tecido certo e cores bonitas é o que a gente mais gosta, né?)

Então anote aí as #DicasDaRota para que seu bordado seja simplesmente impecável:

Escolha tecidos de qualidade e que não desbotem. Isso é muito importante, viu?
Existe a alternativa de encorpar o seu tecido, com entretela de malha. Vai firmar um pouco a
trama do tecido escolhido. Fica ótimo na chita para ser rebordada, por exemplo.

Os bordados rústicos ou artesanais, muito em moda atualmente, podem ser feito em quase
todos os tecidos se tiverem finalidade decorativa.

Os tecidos planos e os de trama uniforme são os mais usados para bordar. São eles: algodões, como tricolines, brins leves e pesados, percais, fustões, dentre muitos outros. Com a
estrada da China no mercado de tecidos tornou frequente encontrar tecidos de algodão com
20 % de poliéster. É bom ficar atento aos detalhes porque pode ser que o 100% algodão valorize seu trabalho.

Também é comum vermos bordados em tramas de Linho puros ou mistos com viscose, rami ou polister; Sedas pura ou sintéticas em diversas texturas resultam em trabalhos com ares de sofisticação.
Etamine de diversas espessuras de fios é excelente para trabalhos com pontos contados (Handanger e pornto de cruz).
Ah! Sim, é claro! Os veludos de seda ou algodão são ideais para bordados com linhas grossas, lã e fitas. E os tecidos de fibra mista chamam a atenção para os bordados com pedrarias.

São muitas as opções. O importante mesmo é saber direitinho a finalidade do bordado e ousar na criatividade.

Na lojinha da Rota do Quilt você encontrará todo o material necessário para colocar a mão na massa, ou melhor, na agulha e linha!

Venha também fazer parte das nossas Turmas de Bordado!

Rota do Quilt | (31) 3296-2652 - Belo Horizonte

segunda-feira, 16 de outubro de 2017



Vai começar a bordar ou recomeçar um hobby que sempre gostou?

Você não vai precisar de muitos acessórios para bordar à mão. O importante é escolhê-los de boa qualidade e adequados ao tipo de bordado que gosta de fazer.

Em nossa lojinha você encontra todo o material necessário para bordar!

AGULHAS

Você vai escolher a agulha em função da linha e da espessura do tecido. Tecidos finos pedem agulhas
mais finas para não estragar a sua trama.

As agulhas de bordado são numeradas. Via de regra, quanto maior o número mais fina ela é.
Para o BORDADO LIVRE, comece comprando as agulhas – Darning Corrente – as quais são vendidas em embalagens com 10.

Anotem as dicas:

* 9 para linhas de meada
* 8 para novelinhos
* 7 para outras linhas mais grossas
As linhas de meada Mouline tem seis fios e podem ser usadas juntas ou separados. São fabricadas em algodão, tem um brilho próprio bem característico da marca.

Se for usar 1 ou 2 fios prefira a agulha 9.
Para o bordado com 3 fios poderá optar pela agulha 8.
As agulhas 7 são adequadas para os bordados com 6 fios da Mouline, com a linha de novelinho – PERLE e com lã fina.

No bordado de PONTO DE CRUZ e outros de pontos contados  prefira as agulhas TAPESTRY Corrente.

Em nossa lojinha você também encontra a famosa AGULHA DE CEGO, apropriada para quem tem dificuldade para enfiar as linhas. Mas vale ressaltar que as danadinhas danificam um pouco o resultado final pois danificam a linha.

As AGULHAS DE OLHO DUPLO  são úteis para trabalhar com dois fios de cores diferentes.
O assunto é longo e poderemos detalhá-lo melhor mais a frente. Em caso de dúvidas entre em contato conosco. Nossa equipe irá te dar as melhores dicas e indicar o melhor material.

Rota do Quilt . Tecnologia do Blogger.